Fotografia: IPCA

Politécnico do Cávado e do Ave já distribuiu 10.000 viseiras

Material para mais de 70 unidades de saúde, IPSS e Proteção Civil no Norte do país

Redação
9 Abr 2020

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) já produziu e distribuiu 10.000 viseiras de proteção individuais para os hospitais e unidades de saúde do Norte, bem como a outras entidades da área social e da proteção civil, anunciou hoje o estabelecimento de ensino superior.

Em nota à imprensa, o IPCA explica que «esta medida surge no âmbito da responsabilidade social da instituição que em tempo recorde, em pouco mais de uma semana, produziu 10 mil viseiras de proteção».

Vítor Carvalho, diretor da Escola Superior de Tecnologia, citado no comunicado, refere que a escola tem «procurado canalizar os seus recursos para a criação de soluções que ajudem a minimizar o impacto do Covid-19 junto da sociedade, tendo sido o fabrico de viseiras, um dos projetos em curso».

As viseiras foram já distribuídas por mais de 70 unidades de saúde e IPSS e Proteção Civil no Norte do país.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up