Fotografia: Jorge Oliveira

Romaria de S. Bento nomeada para as 7 Maravilhas da Cultura

Irmandade expressa agrado e orgulho

Jorge Oliveira
8 Abr 2020

A Romaria de São Bento da Porta Aberta está nomeada para as 7 Maravilhas da Cultura Popular, um concurso promovido pela RTP que tem como objetivo «identificar e fomentar o reconhecimento do património cultural material e imaterial de Portugal, desde as lendas e mitos às feiras, romarias, músicas, danças, entre outras tradições».

A Irmandade de São Bento da Porta Aberta não esconde o «enorme orgulho e satisfação» por poder partilhar com os peregrinos, devotos e amigos de São Bento a notícia de que a Romaria dedicada a S. Bentinho está incluída na lista de eventos candidatos às 7 Maravilhas da Cultura Popular na categoria “Procissões e Romarias”.

«Ficamos muito agradados com esta aprovação que representa, além uma responsabilidade para nós, o reconhecimento da realidade e da relevância cultural e religiosa que tem em Portugal a Romaria de S. Bento da Porta Aberta», disse ao Diário do Minho o presidente da Irmandade, o cónego Roberto Rosmaninho Mariz.

A Grande Romaria Popular a S. Bento da Porta Aberta realiza-se anualmente nos dias 12 e 13 de agosto, com um programa que por vezes extravasa esses dias, mas no santuário há ainda outras peregrinações oficiais importantes, destacando-se a de 21 de Março, em que se celebra a festa do Trânsito ou Morte de S. Bento, coincidindo com o início da Primavera, e a de 11 de Julho, a Festa de Padroeiro da Europa.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up