Fotografia: Arquivo DM
Hospital de Guimarães ganha projeção europeia com aposta na inovação

Notícia integra reportagem do Diário do Minho sobre o Dia Mundial da Saúde

Joaquim Martins Fernandes
6 Abr 2020

A aposta forte na inovação está a garantir ao Hospital Senhora da Oliveira, em Guimarães, assumir-se como um hospital de «referência europeia em várias especialidades hospitalares», disse hoje ao Diário do Minho o médico Pedro Cunha, responsável pelo Centro Académico de Formação.

O especialista destaca que a «saúde não é só Covid-19» e sublinha que, «mais do que nunca, é necessário que as as pessoas sigam as indicações dos seus médicos assistentes para prevenirem alguma doença grave».

Essa linha de pensamento tem sido também adotada pelos responsáveis do Hospital Senhora da Oliveira, que continuam a investir na inovação para colocarem a unidade hospitalar ao nível das melhores práticas médicas internacionais.

É o caso concreto da criação de «uma unidade de cuidados intermédios». A «necessidade» estava identificada «há muito tempo» e, recentemente, foi possível dar forma a uma unidade que acolhe agora doentes com a falência de apenas um órgão vital.

«Essa unidade alivia o recurso à unidade de cuidados intensivos», vincou Pedro Cunha, precisando que com esta nova unidade o Hospital de Guimarães passou a operar com base «num tratamento mais precoce» com «claros ganhos no domínio da prevenção de danos» causados, por várias doenças.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up