Fotografia: DR
Emigrantes que chegam ao concelho “controlados” e aconselhados a ficar em casa

Ações de fiscalização a automobilistas decorrem nas 22 freguesias e uniões de freguesias da Póvoa de Lanhoso.

Pedro Vieira da Silva
1 Abr 2020

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso (CMPL) participou, na passada segunda-feira, «numa ação de fiscalização que a GNR realizou junto dos automobilistas que circulavam em dois pontos da Vila da Póvoa de Lanhoso», informou a autarquia povoense em nota enviada às redações.

O vereador da Proteção Civil da CMPV, João Barroso, acompanhou no terreno esta ação, que se centrou na rotunda de Galegos e na rotunda de acesso à Vila, ao chegar à Av. da República, tendo revelado que este tipo de ação vai decorrer, nos próximos tempos, em diversas estradas do concelho da Póvoa de Lanhoso.

«Os automobilistas foram mandados parar e foi verificado o motivo da sua deslocação, bem como o número de pessoas no interior dos veículos», destaca a nota, acrescentando que algumas pessoas «foram obrigadas a voltar para casa, ou por estarem em passeio ou por excederem o número de pessoas permitido por veículo, havendo mesmo o caso de uma família proveniente no dia anterior de um país estrangeiro, que foi acompanhada pela GNR até sua casa para cumprir quarentena», junta a nota.

A CMPL, as juntas de freguesia e GNR estão, também, «a monitorizar todos os emigrantes que chegam ao concelho pelos seus próprios meios, ou seja, nas suas viaturas, sendo notificados para permanecerem em casa», acrescenta a nota.

Diariamente, carros de som «com apelos ao cumprimento das regras das autoridades nacionais e de saúde estão a percorrer as 22 freguesias e uniões de freguesias da Póvoa de Lanhoso», finaliza a nota.





Notícias relacionadas


Scroll Up