Fotografia: DR

Junta de S. Victor mantém dinâmica cultural da freguesia com concertos e aulas online

Concertos ao vivo, aulas online e um concurso de desenho são algumas das iniciativas lançadas.

Rita Cunha
31 Mar 2020

Manter a dinâmica cultural da freguesia de S. Victor, a maior do concelho no que respeita o número de habitantes, é o grande desafio que a Junta tem abraçado nas últimas semanas, numa tentativa de mostrar à população que, mesmo a partir de casa, é possível aceder a conteúdos de qualidade, únicos e inovadores. «A ideia é ocupar salutarmente as pessoas», vincou o presidente.

Foi nesta linha que surgiu a ideia de promover concertos ao vivo através da página de Facebook. A iniciativa teve início no passado fim de semana com a atuação, na sexta-feira, de Pedro Melo, um jovem da freguesia que ficou conhecido do público depois de ter participado num concurso televisivo de talentos. Já no sábado, foi a vez de Catarina Silva, membro do grupo “Maria Quê”, animar os utilizadores que não se fartaram de deixar mensagens de incentivo e elogios ao que estavam a ouvir.

Ao Diário do Minho, o presidente da Junta de Freguesia de S. Victor explicou que o objetivo destes concertos virtuais passa por ajudar a manter o ritmo cultural da freguesia que, em circunstâncias normais e ao longo do ano, é bastante dinâmico.

A ideia passa por promover estes concertos todas as sextas-feiras e sábados, sempre às 21h00. Nesse sentido, as próximas edições está já a ser preparadas, sabendo-se já que, no próximo fim de semana, um dos artistas convidados será Hugo Torres.

Uma outra vertente indissociável da dinâmica da freguesia de S. Victor passa pela realização de diversos ateliês dirigidos a variados públicos, desde os mais novos aos seniores. Na impossibilidade de dar continuidade aos mesmos durante este período de emergência, a Junta tem vindo a analisar a possibilidade de manter o que for possível recorrendo ao “online”.
Segundo informou o presidente, até ao momento estão garantidas as aulas de dança e de guitarra. «Estamos só à espera que os professores nos enviem os primeiros vídeos», adiantou.

Ainda no decorrer desta semana, a Junta de S. Victor vai lançar um desafio à população, em especial às crianças e jovens que habitem na freguesia, através da atividade “Desenhar S. Victor a partir da varanda”.
Pretende-se, assim, que olhem pela janela de casa ou pela varanda, se possível, e desenhem a paisagem que está diante dos seus olhos. Os trabalhos serão depois enviados à Junta de Freguesia para que, logo que seja possível restabelecer a vida normal, seja inaugurada uma exposição com todos eles.





Notícias relacionadas


Scroll Up