Fotografia: Joaquim Martins Fernandes

COVID-19 Famalicão avança com conjunto alargado de medidas

Notícia em atualização

Joaquim Martins Fernandes
31 Mar 2020

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão acaba de anunciar um conjunto vasto de medidas para mitigar a propagação da pandemia e ajudar as famílias e as empresas a prepararem, desde já, o relançamento da economia do concelho.

«Testar, testar, testar» é a palavra ordem de Paulo Cunha, que garantiu que o Município vai assumir os custos da criação de um hospital de campanha em espaços públicos, pagar os testes de todos os profissionais de socorro e de segurança do concelho e de todos os utentes e idosos dos 21 lares famalicenses.

A autarquia avança também com ajudas ao pagamento de rendas das famílias carenciadas, reduz a taxa de IRS na parte que cabe ao Município, reabre o período de candidaturas para bolsas de estudo, alarga as refeições escolares gratuitas a todas as crianças e jovens que precisem do apoio, baixa o custo real da água e do saneamento e alarga para novas 12 mil famílias a redução do Imposto Municipal sobre Imóveis.

As empresas são também beneficiadas com um pacote largo de medidas, de que se destacam a isenção total da Derrama até um volume de negócios de 250 mil euros anuais e o acesso direto ao apoio de um Balcão de Recuperação Económica, que vai ser criado de urgência.

No domínio da atividade cultural, paulo Cunha apresentou medidas inovadoras: os agentes culturais do concelho vão ter apoio do Município famalicense para continuarem as produções culturais, levando-as por plataforma eletrónicas às casas dos famalicenses.





Notícias relacionadas


Scroll Up