Fotografia: Arquivo DM

Subida de infetados em Braga com Vizela a entrar na “lista negra”

Viana do Castelo continua a ser o concelho que tem o maior número de casos entre os 10 concelhos do Alto Minho, com 19 confirmados

Joaquim Martins Fernandes
27 Mar 2020

O concelho de Braga registou ontem uma das maiores subidas nacionais do número de doentes infetados com a Covid-19.

O número de casos passou de 98 para 131, no espaço de 24 horas, revelou o Boletim Epidemológico divulgado hoje pela Direção Geral da Saúde (DGS), com reporte às 24h00 desta quinta-feira.

A evolução do número de confirmações de pessoas infetadas com o vírus SARS-COV-2 (responsável pela atual pandemia) no concelho de Braga traduz um crescimento muito acima da média nacional.

No mesmo período de tempo, o número de casos em todo o país passaram de 3544 para 4269, dinâmica que sinaliza um crescimento de 20,42 por cento.

Em Braga, o número de doentes confirmados com a infeção pelo novo Coronavírus subiu de 98 para 131 infetados.

A subida de 33 casos traduz um crescimento de quase 34 por cento dos doentes confirmados pela DGS como já tendo Covid-19, o que quer dizer que o aumento na capital minhota ultrapassou a média nacional em 65 por cento.

O dia de ontem ficou também marcado pela subida do número de concelhos da região do Minho que entraram nas listas que são divulgadas diariamente pela Direção Geral da Saúde. O concelho de Vizela, que já há alguns dias era conhecido por ter pelo menos uma pessoa infetada, surgiu hoje na lista epidemiológica pela primeira vez, com três casos confirmados.

Os distritos de Braga e de Viana do Castelo têm agora 14 concelhos com pelos três doentes com a Covid-19 e 312 infetados.
[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up