Fotografia: Avelino Lima

Livros vão ser alternativa ao mundo digital ao qual todos estão agora ligados

Livrarias em Braga estão fechadas mas a responder a todas as encomendas

José Carlos Ferreira
27 Mar 2020

A venda de livros em Braga, nesta altura em que as pessoas estão mais tempo em casa, parece ainda não ter disparado como aconteceu em Inglaterra, mas as livrarias acreditam que não estará muito longe o momento em que o livro vai ser a alternativa mais real ao mundo digital a que todos estão agora ligados.
«Não sei se a procura de livros vai disparar, mas acho que o livro pode ser uma boa alternativa ao mundo digital em que está tudo neste momento ligado, e que vai ser saturante», afirma Helena Veloso, da Livraria Centésima Página.
Já o padre Tiago Freitas, administrador da Livraria Diário do Minho, considera que ainda é um pouco cedo se saber se as pessoas estão a aproveitar este Estado de Emergência para ler mais. Na sua perspetiva, «estas duas primeiras semanas, em que as pessoas estão em regime de teletrabalho, é um período muito conturbado, e as pessoas ainda estão à procura dos seus ritmos dentro de casa e de como se adaptar a este novo estilo de trabalho e, ao mesmo tempo, articular com o facto de terem filhos em casa», disse. «Eu acho que ainda não há uma certa tranquilidade dentro daquilo que é este período anormal, para gastar uma parte do seu tempo com a leitura», acrescentou.





Notícias relacionadas


Scroll Up