Fotografia: DR

Empresa contrata para reforçar atividade após quarentena

Empresa de sistemas de climatização vai recrutar mais seis trabalhadores para retomar a atividade, em abril, após a conclusão de uma quarentena voluntária, informou o administrador.

Redação/Lusa
27 Mar 2020

Uma empresa de Viana do Castelo de sistemas de climatização iniciou o recrutamento de mais seis trabalhadores para retomar a atividade, em abril, após a conclusão de uma quarentena voluntária, informou hoje o administrador.

“Estamos em processo de recrutamento, integrando na nossa equipa mais seis técnicos de instalação e manutenção de equipamentos de aquecimento, ventilação e ar condicionado, (AVAC), para conseguirmos garantir apenas os serviços prioritários”, explicou Licínio Lima.

O administrador da BMVIV, que tem 36 trabalhadores e presta serviços de instalação e manutenção de equipamentos, eficiência energética e soluções globais de engenharia, acrescentou que, “através de diferentes canais digitais, a BMVIV já anunciou as várias ofertas de emprego”.

A empresa justificou o reforço do número de trabalhadores com a necessidade de “garantir serviços de manutenção e instalação a clientes da área hospitalar e ramo alimentar, que continuam a prestar serviços básicos às populações, após decretado estado de emergência devido à pandemia de covid-19”.

“O regresso aos projetos e execução em obra será reforçado e assegurado com as novas contratações, a partir do dia 15 de abril. Queremos acreditar que vamos superar esta crise e sair reforçados. Há vários projetos de engenharia em carteira e é necessário reunir a dedicação de todos os nossos colaboradores para regressar ainda mais fortes e conseguirmos recuperar o período de paragem”, sublinhou Licínio Lima.

A empresa, com sede na Zona Industrial do Neiva, suspendeu voluntariamente a atividade no dia 16, iniciando um período de quarentena para “salvaguardar a segurança e saúde dos seus colaboradores”, estimando reiniciar a laboração em abril.

“Estamos à espera da luz verde e de orientações da Direção-Geral da Saúde (DGS) para o regresso às rotinas de trabalho, em segurança. Até lá mantemos o nosso plano de contingência e todas as medidas preventivas necessárias”, assegurou Licínio Lima.

A “quarentena voluntária” abrange “os serviços de instalação e manutenção de sistemas de aquecimento, ventilação e ar condicionado, (AVAC), prestados em todo o país, mantendo apenas o funcionamento dos serviços administrativos, mas em regime teletrabalho”.

A BMVIV informou ainda que mantém em funcionamento a linha gratuita de apoio a idosos que vivem sós e isolados no concelho de Viana do Castelo, criada em maio de 2019, “atendendo pedidos de compras, sejam bens alimentares ou medicamentos”.

“Até ao momento já foram dadas respostas a vários pedidos, desde mercearia e de medicação, quer no centro da cidade de Viana do Castelo, quer em freguesias vizinhas. A entrega é acautelada de forma a não haver nenhum contacto com o idoso, apenas uma saudação e palavras amigas à distância”, adiantou.

A empresa está instalada desde 2018 numa área de 2.400 metros quadrados, na zona industrial de Neiva, num investimento privado que ascendeu a 1,3 milhões de euros.





Notícias relacionadas


Scroll Up