Fotografia: DR

Papa reza por quem morre sozinho

Covid-19 já causou mais de 12 700 mortes em todo o mundo

Redação/Ecclesia
22 Mar 2020

O Papa Francisco recordou hoje os que morrem sem as suas famílias, por causa da pandemia do Covid-19, durante a Missa a que presidiu na Capela da Casa de Santa Marta, com transmissão online.

«Nestes dias, ouvimos notícias de muitos defuntos: homens e mulheres que morrem sozinhos, sem poder despedir-se dos seus entes queridos. Pensemos neles e rezemos por eles. Mas também pelas famílias, que não podem acompanhar os seus entes queridos no momento do falecimento. A nossa oração especial é pelos defuntos e os seus familiares», disse.

O novo coronavírus já causou mais de 12 700 mortos em todo o mundo, com particular impacto na Itália, onde há 4825 óbitos em 53 578 casos identificados.

Segundo o portal de notícias do Vaticano, pelo menos 30 padres morreram na Itália devido à pandemia de Covid-19, dos quais 16 sacerdotes da Diocese de Bergamo.

Em Milão, a Igreja Católica e autoridades municipais acabam de lançar o ‘Fundo São José’, para ajudar quem perdeu o trabalho por causa da situação de emergência sanitária.

Na homilia da Missa, o Papa comentou a passagem do Evangelho segundo São João sobre a cura de um cego de nascença e a reação das pessoas que assistiram ao episódio.

«Aconselho todos a pegar hoje no Evangelho, capítulo 9 do Evangelho de João, e lê-lo, em casa, tranquilos. Uma, duas vezes, para entender bem o que acontece quando Jesus passa, que sentimentos se manifestam», recomendou.

Francisco terminou a celebração com a adoração e a bênção eucarística, convidando a fazer a Comunhão espiritual.

[Notícia na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up