Fotografia: DR
Francisco pede que se reze pelos presos

Igreja celebra hoje a solenidade de S. José.

Redação/Ecclesia
19 Mar 2020

O Papa Francisco evocou os presos, que ficam sem visitas por causa da pandemia do Covid-19, na missa da solenidade litúrgica de São José, a que presidiu esta manhã no Vaticano com transmissão online.

«Rezemos hoje pelos irmãos e as irmãs que se encontram na prisão: eles sofrem muito, pela incerteza daquilo que acontecerá dentro da cadeia e também pensando nas suas famílias, como estão, se alguém está doente, se falta alguma coisa. Estejamos hoje próximos dos reclusos, que sofrem muito neste momento de incerteza e de dor», pediu o Santo Padre, no início da celebração.

Na homilia, o Papa referiu-se à figura de São José, que é apresentado pela Bíblia como um «justo», ou seja, «homem de fé, que vivia a fé».

Antes de concluir a Eucaristia, o Papa convidou à Comunhão espiritual neste tempo difícil, devido à pandemia do coronavírus, que em vários países, como Itália e Portugal, levou à suspensão das Missas com a participação dos fiéis.

A Pastoral Penitenciária em Portugal está disponível, mesmo neste período, para acompanhar os reclusos.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up