Fotografia: Arquivo DM

Escolas de Braga prontas mas sem alunos para refeições

Diretores de Agrupamentos têm tudo a postos para responder a eventuais solicitações

Carla Esteves
17 Mar 2020

As escolas de Braga que foram escolhidas para garantir as refeições escolares dos alunos mais caranciados e para acolher os filhos de pessoal hospitalar e de emergência mantinham-se ontem praticamente com muito poucos pedidos para almoçar e sem quaisquer solicitações para acolhimento de crianças. Os Agrupamentos de Escolas do concelho têm, contudo, garantida toda uma estrutura para responder às solicitações, tendo já definido as escolas de referência para atendimento, caso venha a ser necessário, mas para já os encarregados de educação têm arranjado alternativas para responder às questões, preferindo que os mais novos se mantenham resguardados em casa.

Estas escolas que constituem exceção à regra decretada pelo Governo de encerrar todos os estabelecimentos de ensino desde creches a universidades e politécnicos ou estão de portas abertas, com serviços mínimos, ou prontas para abrir as portas à mínima indicação, de acordo com as instruções dadas pela Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE).

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up