Fotografia:

UMinho recomenda quarentena a alunos de residências

Medida para evitar propagação do coronavírus.

8 Mar 2020

A Universidade do Minho (UMinho) recomendou, esta noite, aos estudantes que se encontram instalados na Residência de Santa Tecla – Bloco B e Bloco D e na Residência Carlos Lloyd Braga «um período voluntário de quarentena profilática».

Esta recomendação surge num despacho do reitor, em que é especificado que «os estudantes que queiram permanecer na Residência de Santa Tecla – Bloco B e Bloco D – e na Residência Carlos Lloyd Braga devem informar os Serviços de Ação Social», uma vez que estes serviços vão assegurar «as condições necessárias (designadamente alimentação, cuidados de saúde, higiene, etc.), para cumprir o período de quarentena profilática».

Aos estudantes destas residências «com possibilidade de regressar temporariamente ao seu domicílio», a reitoria diz que «devem fazê-lo, minimizando os contatos interpessoais e respeitando as recomendações da Direção Geral de Saúde».

Este despacho surge depois de, ao fim de manhã, após reuniões com a Direção-Geral de Saúde e a Proteção Civil, o reitor ter confirmado o encerramento de instalações no campus de Gualtar, em Braga, por tempo indeterminado.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up