Fotografia:

ACB quer suspensão da taxa turística

Medida para atenuar quebra abrupta do número de dormidas e dos pedidos de reservas.

6 Mar 2020

A Associação Comercial de Braga (ACB) defende a suspensão da taxa turística em Braga, pelo menos em 2020. O objetivo, fundamenta, é contribuir para atenuar a «quebra abrupta e inesperada do número de dormidas e dos pedidos de reservas nas unidades de alojamento do concelho de Braga».

Em comunicado enviado ao Diário do Minho, a ACB explica que o cancelamento ou adiamento de eventos desportivos, culturais e científicos, em especial os que contam com a participantes de várias nacionalidades, «está a gerar um número muito significativo de cancelamento de reservas», pode ler-se.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up