Fotografia: DR

Proprietários das Sete Fontes juntam-se contra a Câmara de Braga

Polémica das Sete Fontes.

Nuno Cerqueira
29 Fev 2020

Estavam até agora em processos distintos em Tribunal, mas vão avançar com um processo único em conjunto. Os proprietários dos terrenos das Sete Fontes, que não estão contra a criação de um parque, tiveram uma reunião e voltam a frisar que a Câmara de Braga está avançar com um projeto “à força”.

«A forma como o querem fazer é um autêntico confisco», apontam.

Veloso de Azevedo, Ermelando Sequeira, Bernardette Fernandes e representantes da família Sampaio juntaram-se em Braga com o intuito de discutir as novas incidências, tornadas públicas pela Câmara de Braga, sobre as intenções para as Sete Fontes.

E há uma certeza, ou seja, os proprietários vão avançar a uma só voz,  inclusive com uma ação em tribunal contra a Câmara de Braga devido «aos anos de bloqueio e indefinição no processo de criação do Ecoparque das Sete Fontes», lê-se num documento a que o Diário do Minho teve acesso.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up