Fotografia: DM
Greve dos Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica obriga a adiar exames no Hospital de Braga

Paragem dos profissionais de saúde atingiu quase os 100 por cento e só foram cumpridos os serviços mínimos

Joaquim Martins Fernandes
26 Fev 2020

A afluência de quase 100 por cento à greve dos Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica do Hospital de Braga obrigou ontem ao adiamento de cerca de 200 Tomografias Axiais Computorizadas e de 24 Ressonâncias Magnéticas que tinham sido programadas.

Os profissionais de saúde reconhecem o impacto negativo nos doentes, mas alegam que existem motivos válidas para a greve. O Conselho de Administração alega que «já está em marcha» o processo que vai satisfazer as reivindicações dos profissionais.

A jornada de luta dos profissionais teve incidência negativa nas áreas das Análises clínicas, raio x, cardiologia, audiologia, farmácia, neurofisiologia e nas cirurgias programadas.
[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up