Espaço do Diário do Minho

Do outro lado da Linha…
26 Fev 2020
J. Carlos Queiroz

Foi bonito de ver as crianças das escolas e instituições de Braga, no dia 21/02/2020, numa manhã de sol, embora fria, sair à rua, trajadas a rigor, sendo figurantes e atores nas principais ruas e centro da cidade.

Alguns pais e muitos familiares, especialmente avós, até porque o dia era de trabalho, acompanhavam o cortejo enquanto tiravam fotografias, sem necessidade de atenderem ao rigor de nenhum Regulamento Geral de Proteção de Dados, sendo certo as fotos se destinavam a uso exclusivo das famílias.

Curiosamente apenas se ouviam gargalhadas de crianças felizes, agrupadas aos pares e acompanhadas, creio eu, por Educadoras, Professoras ou e Auxiliares de Educação.

Um cortejo bonito, que reuniu muitas crianças e familiares, sem que fosse notada a presença ou mesmo o apoio da Autarquia, sinal evidente de descrição perante um evento não político… ou se calhar estavam lá e ninguém notou.

Foram muitos os que estranharam a falta de animação… mas acredito aqueles pequenos atores nem o notaram.

Mesmo sem música, sem “barracas” e sem discursos, aquele cortejo foi bonito, prova disso a alegria, os sorrisos contagiantes e o à-vontade daqueles pequenos e inocentes figurantes, bombeiros ou palhaços, enfermeiros ou médicos, pintores ou professores, enfim quase todas as profissões mostravam a imaginação e vontade de cada criança.

São estes eventos simples, esta forma de juntar diferentes gerações, esta alegria contagiante e até comovedora, que nos motivam e mostram o tão falado superior interesse da criança.

Parabéns a todos os que contribuíram para este evento e que ele se repita com a simplicidade que o caracterizou.

Destaque

São estes eventos simples, esta forma de juntar diferentes gerações, esta alegria contagiante e até comovedora, que nos motivam e mostram o tão falado superior interesse da criança.



Mais de J. Carlos Queiroz

J. Carlos Queiroz - 11 Mar 2020

Viajar de comboio mereceu textos e crónicas de vários escritores da nossa história, talvez por isso, mesmo em pleno século XXI, nunca seja descabido abordar este tema, ainda que por curiosidade. A infraestrutura é a base do sistema. Só existe oferta de serviço ferroviário, com linha, estações e terminais. É verdade que a ferrovia pode […]

J. Carlos Queiroz - 3 Nov 2019

A organização democrática do Estado compreende a existência de autarquias locais, que entre muitas outras tarefas, visam a prossecução de interesses próprios das populações respetivas. Sendo embora fastidioso enumerar competências e tarefas de alguns órgãos, parece oportuno lembrar algumas dessas competências, que constituem deveres e são independentes das orientações e tendências políticas dos eleitos, que […]

J. Carlos Queiroz - 22 Out 2019

Depois do exercício do direito de voto, foram “escolhidos Parlamentares” previamente designados nas listas partidárias e que agora vão fazer parte dos respetivos grupos Parlamentares. A pergunta de todos nós é apenas uma… quem me representa? Um amigo dizia recentemente, que o gato dele mesmo sem direito a voto, está representado na Assembleia da República, […]


Scroll Up