Fotografia:
Ricardo Rio desdramatiza derrapagens na obra do mercado municipal

Vereadores da oposição responsabilizam a maioria por 1 milhão de euros de trabalhos a mais

10 Fev 2020

O presidente da Câmara de Braga considera que o terceiro contrato adicional para a empreitada do mercado municipal, num valor superior a 86 mil euros, não deve ser «motivo de preocupação» nem de «crítica acérrima» por parte da oposição.

O executivo aprovou hoje, em reunião de câmara, a proposta de trabalhos a mais debaixo de críticas, com os vereadores do PS e o vereador da CDU a questionarem quando é que vão parar as derrapagens na obra do mercado municipal, as quais já totalizam um milhão de euros.

Criticando a forma como o projeto foi lançado e como está a ser executado, Artur Feio garantiu que o PS vai «continuar atento e numa atitude de fiscal do custo» de uma «obra feita à pressa e sem planeamento».

Por seu turno, o vereador da CDU, Carlos Almeida, defendeu que «é preciso contenção» e «apertar a fiscalização» para «garantir que as derrapagens não se multiplicam».

A obra foi lançada por cerca de  4,6 milhões de euros e deverá ficar concluída em maio ou junho deste ano.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up