Vídeo: Nuno Cerqueira

Centenas de elementos da Polícia de Segurança Pública (PSP) e a da Guarda Nacional Republicana (GNR) mostraram ontem em Braga, às portas do Estádio Municipal de Braga onde decorreu o primeiro jogo da meia final da final four da Taça da Liga, o cartão vermelho ao Governo. O protesto juntou centenas de agentes policiais e […]

Nuno Cerqueira
21 Janeiro 2020

Centenas de elementos da Polícia de Segurança Pública (PSP) e a da Guarda Nacional Republicana (GNR) mostraram ontem em Braga, às portas do Estádio Municipal de Braga onde decorreu o primeiro jogo da meia final da final four da Taça da Liga, o cartão vermelho ao Governo.

O protesto juntou centenas de agentes policiais e militares da GNR, sendo também notada a presença do Movimento Zero.

Na manifestação, observada pelos colegas de profissão, foram ouvidas frases de ordem pedindo aumentos salariais como principal reivindicação, ao mesmo tempo que utilizavam apitos mostrando um cartão vermelho.

«Estamos a marcar as faltas que a tutela faz. Faltas à forma como as forças de segurança são tratadas através do executivo do primeiro Ministro, António Costa», disse um dos policiais presentes, enquanto erguia um estandarte de protestos.

«Queremos uma atualização salarial», começou por dizer o presidente da Associação Sócio-Profissional da Polícia, Paulo Rodrigues, ao Diário do Minho.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]


Outros Vídeos

Scroll Up