Fotografia: Jorge Oliveira

Feira dos Vinte é uma «mostra da vitalidade» do mundo rural

Problema na emissão de guias eletrónicas provocou alguma inquietação no início da feira franca

Jorge Oliveira
20 Jan 2020

A vila de Prado recebeu hoje de manhã milhares de pessoas de Vila Verde e de outras localidades do país para tradicional Feira dos Vinte, também conhecida por Feira das Trocas, que desde a Idade Média se realiza no dia de S. Sebastião, 20 de janeiro.

Como é habitual, produtores e negociantes de gado marcaram presença bem cedo no Largo de S. Sebastião, em frente à capela de Nossa Senhora do Bom Sucesso, onde decorreu a feira franca com o gado, dezenas de feirantes e expositores de maquinaria agrícola.

«Esta feira é uma mostra da vitalidade do mundo rural. E nós queremos continuar a apostar na sua valorização com as atividades paralelas, como o espetáculo de cavalos, com o concurso pecuário, com os ranchos dentro da tenda», disse o presidente da Junta de Freguesia de Prado.

Pela primeira vez a Feira dos Vinte de Prado contou com uma cerimónia de bênção dos animais, presidida pelo pároco de Santa Maria de Prado, o padre João Alberto Correia.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up