Fotografia: Nuno Cerqueira

Dois feridos graves entre as cinco vítimas de acidente na Estela

BV Fão, Póvoa de Varzim, Vila do Conde e INEM no local.

Nuno Cerqueira
19 Jan 2020

Um violento acidente de viação, hoje à noite na Estrada Nacional (EN) 13 na Estela, Póvoa de Varzim, provocou cinco vítimas, entre as quais dois feridos graves. Registaram-se vítimas encarceradas.

Segundo apurou o Diário do Minho no local, os Bombeiros Voluntários da Póvoa de Varzim, Vila do Conde e Fão socorreram as vítimas, com o apoio diferenciado do INEM com as viaturas da SIV de Vila do Conde e VMER de Barcelos.

«Há seis viaturas envolvidas, uma das quais capotou, sendo desconhecidas as causas do acidente. Registaram-se vítimas encarceradas», disse fonte da autoridade do local, acrescentando que no teatro de operações estiveram 32 operacionais apoiados por 12 viaturas.

A violência do embate foi de tal ordem que um dos carros ficou sem o motor.

«Um carro virou para entrar na bomba, o outro ia em sentido contrário, bateu-lhe e foram parar lá à frente», revelou Paulo Araújo, que estava na bomba da Galp, acrescentando que carros que estavam a abastecer foram atingidos.

«Só não foi uma grande tragédia porque não ia a passar ninguém», disse ainda.

Uma testemunha garante que um dos carros marcava 230 Km/h num local onde a velocidade permitida máxima é de 50 km/h.

Segundo o CDOS do Porto, do acidente resultaram cinco feridos, todos adultos, dois dois quais em estado grave.

«As vítimas foram transportadas para o Hospital da Póvoa de Varzim», disse fonte dos bombeiros.

A GNR da Póvoa de Varzim tomou conta da ocorrência, que teve alerta às 21h22, que cortou por completo a EN13.





Notícias relacionadas


Scroll Up