Fotografia: DM

Câmara de Braga aprova venda do edifício Confiança

Oposição votou contra e Plataforma “Salvar a Confiança” promete «tudo fazer» para impedir a realização da hasta pública

Jorge Oliveira
13 Jan 2020

A Câmara Municipal de Braga aprovou hoje, com os votos da maioria, a proposta de alienação do edifício da antiga Fábrica Confiança.

Os partido da oposição votaram contra a venda do emblemático imóvel na freguesia de S. Victor, repetindo a posição que assumiram na primeira vez em que foi votada a alienação daquele património municipal, em sede camarária, em setembro de 2018.

A vereadora Lídia Dias, eleita pela Coligação Juntos por Braga, também numa posição de coerência, absteve-se.

A hasta pública, com um preço base mínimo de 3 milhões e 650 mil euros, deverá acontecerá após a ratificação da proposta de venda em Assembleia Municipal, caso não surja entretanto nenhuma ação judicial que impeça o avanço do processo.

No final da reunião de câmara desta manhã, a Plataforma cívica “Salvar a Confiança” garantiu que tudo fará para travar a alienação do edifício da antiga saboaria e perfumaria bracarense que foi fundada em 1894 e funcionou até 2005 na Rua Nova de Santa Cruz.

O edifício foi adquirido pelo município em 2011, num processo que uniu todas as forças políticas e a sociedade civil.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up