Fotografia: Avelino Lima

Cristãos da Arquidiocese de Braga convidados a serem «artesãos da paz»

Bispo auxiliar, D. Nuno Almeida, presidiu à Missa Solene de Ano Novo na sé primacial de Braga

Jorge Oliveira
1 Jan 2020

O Bispo auxiliar de Braga, D. Nuno Almeida, convidou hoje os fiéis, na Missa de Ano Novo, na Sé Primacial, a serem «artesãos da paz».

Com a Catedral repleta, o prelado explicou que para sermos «artesão de paz», antes de mais, «é preciso velarmos pelo Santo Nome de Deus» e depois é «preciso velarmos pelo santo rosto do irmão», fazendo-nos «samaritanamente próximos», independentemente da religião que ele professa, do partido em que milita ou apoia, da nação de onde provém. E é preciso ainda  «velarmos pela Santa Paz do mundo, partindo do empenho concreto por uma ecologia integral, que ouve o grito da terra e dos pobres».

A Arquidiocese de Braga celebrou neste primeiro dia do ano a Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus e o Dia Mundial da Paz, numa celebração na Catedral onde, como é tradição, foi dado a beijar o Menino Jesus.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up