Fotografia:

Bloco de Esquerda exige justificação pelo atraso na realização de juntas médicas no distrito de Braga

BE questionou o Governo.

Nuno Cerqueira
25 Dez 2019

O Bloco de Esquerda questionou o Governo sobre «os atrasos no agendamento de juntas médicas necessárias para a certificação de incapacidade temporária para o trabalho».

De acordo com nota de imprensa do partido, este processo de análise de doenças profissionais «está a registar longas esperas, que, em alguns casos, ascende aos dois anos».

«O Bloco de Esquerda considera essencial conhecer os prazos que estão a ser praticados no distrito bem como as medidas a ser implementadas para garantir a realização atempada das juntas médicas de verificação de incapacidade», referem os deputados José Maria Cardoso w Alexandra Vieira no documento entregue na Assembleia da República.

Os deputados, eleitos pelo circulo eleitoral de Braga, querem que o Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social esclareça «por que motivo há pessoas a aguardarem longos meses (e anos) para o agendamento de juntas médicas para verificação de incapacidade temporária para o trabalho», assim como querem perceber «que medidas urgentes vão ser implementadas para assegurar o normal atendimento dos utentes em prazos adequados e se há falta de profissionais para a realização de juntas médicas» no distrito de Braga.





Notícias relacionadas


Scroll Up