Fotografia: Arquivo DM

Orçamento do Estado reserva 328 milhões de euros aos Municípios do Minho

Na comparação com o ano de 2019, a proposta de Orçamento do Estado para 2020 sinaliza um crescimento do financiamento aos municípios do Minho na ordem dos 27 milhões de euros.

Joaquim Martins Fernandes
17 Dez 2019

A proposta de Orçamento do Estado para 2020 tem quase 328 milhões de euros para as autarquias minhotas.
As 24 câmaras municipais vão encaixar mais de 300 milhões de euros da Administração Central e as 435 juntas de freguesia têm reservados
quase 28 milhões de euros.

A Câmara Municipal de Barcelos é que vai receber a maior transferência de verbas do Orçamento, estimando-se que receba, no próximo ano, mais de 30 milhões de euros, que é o terceiro maior financiamento do Estado apontado para os 308 municípios portugueses.

No Alto Minho, a Câmara Municipal de Viana do Castelo é a que recebe a fatia mais generosa do “bolo orçamental”, que ronda os 17 milhões de euros.

O documento entregue na Assembleia da República pelo Ministério das Finanças revela também que os municípios do Alto Minho são os que mais abdicam das receitas de IRS em favor das famílias.
[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up