📷 Excelência dos estudantes do agrupamento André Soares passa pelos valores humanos

Nuno Cerqueira 28 Nov 2019

O agrupamento de escolas André Soares, um dos mais antigos do país e que engloba as escolas de São Lázaro, Ponte Pedrinha, Centro Escolares do Carandá, André Soares e Fujacal, quer a excelência académica, mas percebe que a aposta também passa pelos valores da humanidade.

Em declarações à margem da cerimónia de entrega de “Diplomas de Mérito” aos alunos daquele agrupamento – começou com os que estudam a Escola Básica do Carandá – a professora e diretora do agrupamento valorizou como estratégia na formação educacional os valores da cidadania ativa, voluntariado, participação extra curricular e “amigo do amigo”, com aspetos a valorizar na formação de um aluno.

«Claro que queremos alunos com mérito curricular e temos crescido nesse aspeto. Mas também nestes prémios valorizamos outros méritos. Aquela aluno sempre pronto ajudar os outros, o voluntariado e outros aspetos que, no fundo, a sociedade está carente», referiu Maria Graça Moura.

A cerimónia, que vai ser repetida por outras escolas daquele agrupamento no dos dias 3, 9, 10 e 11 de dezembro no mesmo auditório “Braga Simões”, teve como principal objetivo é o reconhecimento pelo esforço e excelente desempenho académico, e também de atitudes extraordinárias, que identificam valores que norteiam as relações entre as pessoas.

«Valores como a integridade, o respeito pelos outros, a responsabilidade, a justiça, a solidariedade, partilha, companheirismo, entre muitos outros», sublinhou ainda a diretora do agrupamento de escolas. Maria Graça Moura revelou ainda que as escolas do agrupamento têm sido muito procuradas. «Se por um lado significa confiança, por outro acrescenta desafios e até alguns problemas com turmas acima dos limites recomendados», apontou a diretora, que viu ontem o auditório repleto de famílias para ver os mais pequenos serem reconhecidos pelas capacidades e desempenho cívico.


Outras Fotogalerias

Scroll Up