📷 Bombeiros da Barca, Ponte de Lima e Arcos de Valdevez testam capacidade na Barragem do Lindoso
Nuno Cerqueira 27 Nov 2019

Os Bombeiros Voluntários de Ponte de Barca (BVPB), juntamente com as corporações de Ponte de Lima e Arcos de Valdevez, realizaram no passado fim de semana um simulacro no aproveitamento hidroeléctrico do Alto Lindoso.

«Um exercício com idealização de dois cenários. Simulação de uma explosão seguida de incêndio na zona da turbina e o outro cenário consistiu no socorro e resgate de duas vítimas em Altura», disse ao Diário do Minho o comandante da corporação dos BVPB, José Freitas.

O exercício testou plano de emergência numa das infraestruturas mais importantes da região.

«Algo que para nós bombeiros foi inédito, por se tratar de um cenário completamente fora do comum e com características e particularidades muito próprias deste tipo de infraestruturas», referiu o comandante da corporação dos Arcos de Valdevez, Filipe Guimarães.

O simulacro testou combate a incêndios industriais e estruturais e o salvamento e resgate em grande ângulo.

«Duas situações distintas. Uma situação de incêndio num transformador localizado junto de umas das turbinas e também uma situação de salvamento e resgate na cota zero da infraestrutura, nomeadamente junto das “borboletas de descarga” onde estavam dois técnicos feridos que para serem resgatados desse local obrigou ao empenhamento de equipas especializadas», acrescentou Filipe Guimarães.

Limitações na comunicação e acessos muito limitados foram alguma dificuldades pelos bombeiros, mas no final ficou provado a capacidade de mobilização e de resposta.

Para além de toda a dinâmica apresentada, este exercício permitiu também constatar que num cenário de sinistro real a montagem de um Posto de Comando «é imprescindível».

«Facto que aqui se testou e que serviu para perceber a que estes cenários para além da sua complexidade também incute muitas limitações na acção dos operacionais, saliente.se que este exercício decorreu a mais de 350 metros de profundidade», apontaram os comandantes presentes.

Este exercício envolveu 37 operacionais dos Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez, Ponte da Barca e Ponte de Lima e um total de 11 viaturas.

O exercício foi acompanhado pela EDP, Município de Ponte da Barca e ao Comando Distrital da ANEPC em Viana do Castelo.

«Estamos prontos», dizem os bombeiros.


Outras Fotogalerias

Scroll Up