ūüď∑ Bombeiros da Barca, Ponte de Lima e Arcos de Valdevez testam capacidade na Barragem do Lindoso

Nuno Cerqueira 27 Nov 2019

Os Bombeiros Volunt√°rios de Ponte de Barca (BVPB), juntamente com as corpora√ß√Ķes de Ponte de Lima e Arcos de Valdevez, realizaram no passado fim de semana um simulacro no aproveitamento hidroel√©ctrico do Alto Lindoso.

¬ęUm exerc√≠cio com idealiza√ß√£o de dois cen√°rios. Simula√ß√£o de uma explos√£o seguida de inc√™ndio na zona da turbina e o outro cen√°rio consistiu no socorro e resgate de duas v√≠timas em Altura¬Ľ, disse ao Di√°rio do Minho o comandante da corpora√ß√£o dos BVPB, Jos√© Freitas.

O exercício testou plano de emergência numa das infraestruturas mais importantes da região.

¬ęAlgo que para n√≥s bombeiros foi in√©dito, por se tratar de um cen√°rio completamente fora do comum e com caracter√≠sticas e particularidades muito pr√≥prias deste tipo de infraestruturas¬Ľ, referiu o comandante da corpora√ß√£o dos Arcos de Valdevez, Filipe Guimar√£es.

O simulacro testou combate a inc√™ndios industriais e estruturais e o salvamento e resgate em grande √Ęngulo.

¬ęDuas situa√ß√Ķes distintas. Uma situa√ß√£o de inc√™ndio num transformador localizado junto de umas das turbinas e tamb√©m uma situa√ß√£o de salvamento e resgate na cota zero da infraestrutura, nomeadamente junto das “borboletas de descarga” onde estavam dois t√©cnicos feridos que para serem resgatados desse local obrigou ao empenhamento de equipas especializadas¬Ľ, acrescentou Filipe Guimar√£es.

Limita√ß√Ķes na comunica√ß√£o e acessos muito limitados foram alguma dificuldades pelos bombeiros, mas no final ficou provado a capacidade de mobiliza√ß√£o e de resposta.

Para al√©m de toda a din√Ęmica apresentada, este exerc√≠cio permitiu tamb√©m constatar que num cen√°rio de sinistro real a montagem de um Posto de Comando ¬ę√© imprescind√≠vel¬Ľ.

¬ęFacto que aqui se testou e que serviu para perceber a que estes cen√°rios para al√©m da sua complexidade tamb√©m incute muitas limita√ß√Ķes na ac√ß√£o dos operacionais, saliente.se que este exerc√≠cio decorreu a mais de 350 metros de profundidade¬Ľ, apontaram os comandantes presentes.

Este exercício envolveu 37 operacionais dos Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez, Ponte da Barca e Ponte de Lima e um total de 11 viaturas.

O exercício foi acompanhado pela EDP, Município de Ponte da Barca e ao Comando Distrital da ANEPC em Viana do Castelo.

¬ęEstamos prontos¬Ľ, dizem os bombeiros.


Outras Fotogalerias

Scroll Up