Fotografia:

Câmara tratou 2000 bracarenses que não tinham solução no SNS

Município vai aprovar na próxima reunião de vereação a continuidade do programa de saúde oral

Joaquim Martins Fernandes
26 Nov 2019

O programa de saúde oral lançado em 2015 pela Câmara Municipal de Braga já permitiu que mais de dois mil bracarenses tivessem de uma solução que não tinham no Serviço Nacional de Saúde.

Nos quatro anos que leva de duração, o projeto “Braga a Sorrir” resultou em cerca de 26 mil tratamentos, promovendo a inclusão social e o grau de empregabilidade dos beneficiários. O «êxito» do programa levou a gestão municipal decidir pela sua manutenção em 2020.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up