Fotografia: Jorge Oliveira

Concentração no centro de Braga grita «basta» de violência doméstica

Movimentos alertam para flagelo que já vitimou este ano 32 pessoas

Jorge Oliveira
25 Nov 2019

A Avenida Central, em Braga, foi palco hoje de uma concentração contra a violência sobre as mulheres organizada pela União de Mulheres Alternativa e Resposta (UMAR)- Braga, Núcleo de Braga da Rede 8 de Março, MovimentUM e Mulheres de Braga

No Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres, estes movimentos fizeram questão de sair à rua para lembrar todas as mulheres assassinadas e gritar «basta» de «violência machista».

Algumas tarjas foram colocadas nas escadas da praça, voltadas para a Avenida da Liberdade, com mensagens que procuraram sensibilizar e alertar os bracarenses para este crime público punido pela lei.

Só este ano, até meados de novembro, foram registados pela Procuradoria-Geral da República 32 mortes em contexto de violência doméstica (23 mulheres, oito homens e uma criança).

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up