Vídeo: Nuno Cerqueira

De 7 de dezembro a 5 de janeiro.

Nuno Cerqueira
18 Novembro 2019

«O natal de Guimarães não procura ter a maior árvore ou a maior iluminação. Queremos um natal diferente enquadrado com a monumentalidade da cidade», referiu hoje a vereadora da cultural da Câmara de Guimarães, Adelina Pinto, dando conta que a quadra na cidade berço «é vivida mais pela cultura» e tem em destaque«os vimaranenses».

São vários os momentos de natal que a Câmara de Guimarães(veja aqui o programa) vai proporcionar de 7 de dezembro a 5 de janeiro no centro histórico.

O foco é um vasto programa cultural que procura conciliar os 18 anos de celebração da inscrição de Guimarães na lista mundial de Patrimónuo da UNESCO com espectáculos de rua, atividades para crianças, concertos em igrejas e até um coreto natal no Jardim da Alameda, onde não vão faltar as arruadas natalícias e teatro de rua. Este no há ainda uma parceria com a Bienal de Ilustração de Guimarães (BIG) como uma das principais atratividades do programa.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]


Outros Vídeos

Scroll Up