Fotografia: CVP Rio Caldo

Em menos de 24 horas morreram oito pessoas em acidentes. Um dos sinistros foi em Vieira do Minho

Na A42 morreu um GNR em serviço juntamente com mais duas pessoas.

Nuno Cerqueira
18 Nov 2019

Oito mortos em menos de 24 horas nas estradas de Portugal. Uma das mortes ocorreu em Vieira do Minho, distrito de Braga, na freguesia de ventosa, após colisão entre um carro e uma mota. A vítima, com 37 anos de idade e condutor da mota, ainda foi transportada para o Hospital de Braga, pela CVP da delegação de Rio Caldo, em estado «crítico», mas acabou por morrer.

Já o acidente com mais vítimas mortais aconteceu na A42, distrito de Porto, em Paços de Ferreira. Um GNR e o motorista de um reboque foram abalroados por um carro em plena auto-estrada quando prestavam auxílio a um acidente e acabaram por morrer. O condutor que originou o acidente também faleceu.

No distrito de Santarém uma pessoa morreu à tarde em Benavente, na Estrada Nacional (EN) 118, na sequência da colisão entre um automóvel e um autocarro, que provocou ainda um ferido ligeiro.

Também a sul, mas no interior e no distrito de Portalegre, um homem de 47 anos morreu na sequência do despiste da viatura ligeira que conduzia, em Elvas, ao quilómetro 36,8 da Estrada Nacional (EN) 373 entre Elvas e Juromenha, no concelho de Alandroal.

No distrito de Beja, um homem, de 66 anos, morreu na sequência do despiste do trator agrícola que conduzia em Ourique, na freguesia de Panóias e Conceição.

A outra vítima mortal, 40 anos de idade, aconteceu em Aveiras de Cima, distrito de Lisboa,  num acidente que envolveu uma mota e um automóvel,  no concelho da Azambuja. A colisão, na Estrada Nacional (EN) 366, perto do cemitério de Aveiras de Cima.





Notícias relacionadas


Scroll Up