Vídeo: Câmara Municipal de Famalicão

Antes deste momento, o grupo de Joane tinha dançado, também, ao som da Orquestra de Sopros Artave & Coro, da Escola Profissional Artística do Vale do Ave.

Pedro Vieira da Silva
12 Novembro 2019

Imagina um grupo de cantares/danças tradicionais a dançar ao som de rap? Não imagine. É real. Aconteceu, na noite de segunda-feira, durante a IV Gala do Desporto de Famalicão.

 

 

O Grupo Etnográfico Rusga de Joane | Folclore do Baixo-Minho dançou ao som de um cavaquinho e dos sons provenientes de uma mesa de istura onde estava o rapper famalicense Cláudio Bastos (B Quest), que começou a dar os primeiros passos no mundo da música quando tinha apenas 10 anos de idade, tendo fomentado no Brasil, onde viveu durante algum tempo, a sua a sua paixão pelo Crate Diggin e pelo Sample. A mistura foi… explosiva e deixou boquiabertos as centenas que assistiram ao evento e os milhares que, via streaming, viram através do facebook da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão.

A festa foi, ainda, abrilhantada pela Orquestra de Sopros Artave & Coro, da Escola Profissional Artística do Vale do Ave, e pela voz de Ângela Silva, que “fechou” a gala com a interpretação do hino nacional, “A Portuguesa”, acompanhado pela orquestra de Joane.


Outros Vídeos

Scroll Up