Fotografia: Diário do Minho
Utilizadores de carros elétricos queixam-se de avaria no único posto de carregamento rápido

Mobi.e afirma que «está tudo bem».

Redação
8 Nov 2019

Alguns utilizadores de carros elétricos em Braga queixam-se da falta de mais postos de carregamentos rápidos e queixam-se da inoperância da MOBI.E, entidade que gere os postos de carregamentos elétricos, na resolução de avarias quando elas acontecem.

Em declarações ao Diário do Minho, um dos motoristas que reclamou e assumiu as queixas foi Leonardo Nunes, motorista da Uber, que se queixou, por um lado, «da falta de mais postos de carregamentos rápidos» e por outro, «da lentidão na reparação de avarias».

«Em Braga existe apenas um Posto de Carregamento Rápido (PCR), que fica na rua nova da Estação. Quando está avariada, demoram muito tempo para o arranjar. Enquanto que num posto rápido demoro meia hora para carregar o meu carro, nos postos normais demoro quatro horas. Para o meu trabalho, estar quatro horas parado é um prejuízo grande. Está avariado nem sequer dão um prazo razoável para resolver a avaria», queixou-se.

O Diário do Minho contactou a MOBI.E, que garantiu que uma das tomadas do PCR Braga está a funcionar, explicando que funciona uma tomada de cada vez.

O motorista da Uber ripostou que o PCR não carrega todos os carros. E questiona o facto de uma cidade como Braga, que diz apostar nos elétricos, tenha apenas um posto de carregamento rápido e que, ainda por cima, falha.

Nota: Segundo informação obtida, para garantir compatibilidade com os veículos elétricos mais recentes, os postos de carregamento rápido necessitam de atualizações regulares do seu software.





Notícias relacionadas


Scroll Up