Fotografia: DR
Aplicação das 35 horas de trabalho no Hospital de Braga deverá entrar em vigor até ao final do ano

A garantia foi dada esta noite pela ministra da Saúde, Marta Temido, à margem do jantar solidário organizado pela Liga de Amigos do Hospital de Braga.

Rita Cunha
8 Nov 2019

A ministra da Saúde prevê que, até ao final do ano, seja assinado o acordo coletivo de trabalho para o Hospital de Braga, entrando assim em vigor as tão reivindicadas 35 horas semanais de trabalho em vez das 40 atuais.

Para além disso, ainda este mês de novembro, será atualizado o valor da remuneração mínima mensal garantida aos trabalhadores do Hospital de Braga que tinham uma remureração diferente.

Marta Temido, que falava ontem aos jornalistas à margem de um jantar solidário organizado pela Liga de Amigos do Hospital de Braga, abordou a transição para a esfera pública daquela unidade hospitalar, que desde o dia 1 de setembro deixou de funcionar como Parceria Público Privada.

«Temos tido algumas dificuldades», disse, referindo-se a «situações» que o Governo está a «procurar acautelar» relativamente aos trabalhadores e que, recentemente, motivou um protesto. Contudo, considerou que tem sido uma transição «suave e pacífica».

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up