Fotografia: Rui de Lemos
Milhares de escuteiros convidados a serem semeadores da esperança

Abertura regional do ano escutista em Guimarães

Rui de Lemos
13 Out 2019

Os mais de oito mil escuteiros dos núcleos da Arquidiocese de Braga que, hoje, participaram, no Multiusos de Guimarães, na cerimónia de abertura regional do ano escutista 2019/2020 foram convidados a ser semeadores de esperança.

Crianças e jovens foram desafiados a observar o exemplo da Rainha Santa Isabel para colocarem em prática a coragem e amor ao próximo.

Numa celebração especial e feliz presenciada pelo Diário do Minho que assinalou a abertura regional do ano escutista (ARAE), mais de 8000 crianças e jovens escuteiros da região de Braga, deslocaram-se, ontem, à terra do primeiro rei para observar e seguir o exemplo da Rainha Santa Isabel, que sempre foi atenta às necessidades dos mais humildes e carenciados, bem como uma verdadeira construtura da paz.


A rainha santa que protegia os mendigos com o coração e milagres de rosas foi a figura escolhida para este ano do escutismo católico português porque «é muitíssimo mais do que o milagre do pão que se transformou em rosas, que todos conhecemos», suportou o Bispo Auxiliar de Braga, D. Nuno Almeida, na homilia proferida na eucaristia solene, que lotou o Pavilhão Multiusos de Guimarães.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]




Notícias relacionadas


Scroll Up