Fotografia: DM
SC Braga atira-se à «direção da Liga» por causa da calendarização

Os guerreiros do Minho garante que o futebol português pode «definhar», condenado «à sua falta de visão».

Pedro Vieira da Silva
8 Out 2019

O SC Braga voltou, hoje, a manifestar-se contra a calendarização do futebol português, tendo criticado, ainda, o Benfica por uma «gritante falta de comunicaçã entre quem escreve as newsletters e quem representa o clube nas reuniões estratégicas e nas decisões em sede de Comissão Permanente de Calendários (CPC)», pode ler-se no extenso comunicado publicado no site oficial.

«Que seja a Taça da Liga o prego no caixão do futebol português é de uma ironia queirosiana, mas que da nossa parte não passará sem a devida denúncia: este estado de coisas é responsabilidade da Direção da Liga e dos clubes que a integram, mas é também o reflexo de um modelo de governação que o G15 já há denuncia dois anos como caduco, mas que Pedro Proença se recusa a reformar – contrariando o que prometera antes das eleições – e que ficará gravado na história como causa maior da nossa perda de competitividade», pode ler-se no comunicado.

«Tudo o que defendemos em setembro, aquando do inenarrável processo de marcação do jogo com o Boavista FC, é por nós reafirmado, cientes de que as dificuldades que esta calendarização impõe aos clubes serão ainda mais agudas durante os próximos meses e em particular no início de 2020, quando tudo se estiver a decidir e quando um pensamento estratégico (que não houve) se revelar fundamental para, à escala europeia, se perceber que países vão atingir os seus objetivos e que países vão definhar, condenados à sua endémica falta de visão», destacam os guerreiros do Minho.





Notícias relacionadas


Scroll Up