Fotografia: DM
Médicos querem ser valorizados pelo Serviço Nacional de Saúde

Escola de Medicina da Universidade do Minho celebrou 19.º aniversário

Rita Cunha
8 Out 2019

O Serviço Nacional de Saúde (SNS) poderá ter um futuro “negro” caso o Governo, e concretamente o Ministério da Saúde, não «fizer o que tem de fazer: valorizar as pessoas e o seu trabalho», defendeu Miguel Guimarães, Bastonário da Ordem dos Médicos.

O responsável, que falava hoje à margem do 19.º aniversário da Escola de Medicina da Universidade do Minho, lembrou mesmo que esta é a principal medida defendida pela Ordem.

«Faltam coisas, as infraestruturas estão ultrapassadas, faltam equipamentos, mas o principal é valorizar as pessoas, é dar-lhes tempo e remunerá-las pelo grau de responsabilidade que têm», disse, lamentando que o país esteja a «desvalorizar o que é mais importante»: o trabalho.





Notícias relacionadas


Scroll Up