Fotografia: Nuno Cerqueira

Grupo “Mulheres de Braga” marca vigília para o local onde Gabriela foi morta

Vigília marcada para a Praça da Justiça.

Nuno Cerqueira
24 Set 2019

Surgiu com um post em jeito de homenagem a Gabriela Monteiro e acabou por se tornar uma comunidade de mais de 3500 pessoas em menos de 48 horas, que amanhã, quarta-feira, vai realizar vigília às 21h00 no local onde há uma semana foi assassinada Gabriela pelo mãos do companheiro.

Anabela Ataíde, porta voz do grupo, frisa que esta é a primeira de várias ações que o grupo “Mulheres de Braga” quer organizar.

«Surgiu essa ideia que não deixa de ser mais uma alerta para todas as pessoas vítimas de violência doméstica. Queremos continuar no futuro a promover ações concretas e direcionadas para esta problemática», referiu Anabela Ataíde.

A porta voz do grupo referiu ainda que após a concentração do grupo no local onde Gabriela Monteiro, antiga funcionário do Theatro Circo, foi assassinada apelo companheiro, a ação vai voltar-se para o Palácio da Justiça, ali mesmo na Praça da Justiça, para pedir justiça para mais um caso de violência doméstica no distrito de Braga.





Notícias relacionadas


Scroll Up