Vídeo:

Música está a gerar discussão junto das entidades esposendenses.

Nuno Cerqueira
14 Agosto 2019

 

 

Os S90, uma banda rapper de Esposende e que nasce inserida no projeto municipal “AmareMar”,  subiram ao palco do Festival da Juventude de Esposende para mostrar trabalho musical  que alerta para problemas no bairro “Sucupira”, um aglomerado urbano com vários problemas sociais e infraestruturais.

«Sim é verdade, a música expressa a a revolta sobre a questão do “bairro”. Apenas passamos a mensagem verdadeira sobre o que se está a passar, esperamos que chegue aos ouvidos das pessoas para perceberem o quão degradado o espaço se encontra», referiram ao Diário do Minho os S90.

Durante a atuação dos S90, a música era acompanhada por um VJ que ia mostrando imagens do bairro, situado a sul da cidade de Esposende, junto à Marina dos Pescadores.

Tendo como título “Sr. Presidente”, a música não terá agradado ao executivo social-democrata liderado por Benjamim Pereira, levando mesmo a uma reunião urgente na Câmara de Esposende, tendo em conta que o espetáculo ocorreu numa organização da Câmara.

A Associação de Cidadãos de Esposende, que mantém um portal Esposende Jovem com apoios governamentais de liberdade e apoio aos jovens, já veio a público condenar a atuação dos S90, considerando que «foram proferidos insultos aos responsáveis locais».

O Diário do Minho tentou contactar a edilidade, mas até ao momento sem sucesso.


Outros Vídeos

Scroll Up