Fotografia: Nuno Cerqueira

Vila Verde, Famalicão, Viana e Caminha com postos “totalmente a seco”

Crise energética.

Nuno Cerqueira
9 Ago 2019

O cenário é igual em todos postos de combustíveis. Filas e algumas falhas de gasóleo ou gasolina, ou até mesmo total inoperacionalidade das bombas.

«Eu vou-me rir é não haver greve», dizia Joaquim Freitas, à porta de uma estação de serviço nos Arcos de Valdevez, enquanto esperava pacientemente pela vez de abastecer o carro.

Neste posto de combustível até o Pelotão de Intervenção Rápida da GNR de Viana do Castelo teve que esperar, pois os militares também não acreditam que a greve não se vá concretizar

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up