Fotografia: DR
Queda atrasa Paulo Gonçalves no rali Rota da Seda

Piloto de Esposende.

Redação / NC
10 Jul 2019

Uma queda sofrida logo no início da terceira especial do rali Rota da Seda, segunda prova do Mundial de todo-o-terreno, atrasou hoje o piloto português Paulo Gonçalves (Hero), que desceu de terceiro para quinto na classificação final.

O piloto de Esposende concluiu a terceira etapa na décima posição, a 8.09 minutos do vencedor, o argentino Kevin Benavides, da equipa oficial da Honda, cujo diretor desportivo é o português Rúben Faria.

“A entrada na Mongólia não correu como eu desejaria porque logo ao quilómetro três a mota escorregou à saída de uma curva e acabou por cair dentro de uma vala. Perdi imenso tempo para regressar à corrida. O dia acabou sem problemas de maior, mas perdi bastante tempo e passei de terceiro para quinto da geral”, disse Paulo Gonçalves à agência Lusa.

O piloto português está agora a 9.28 minutos de Benavides, que lidera a prova.

Quarta-feira, os pilotos enfrentam a primeira parte de uma especial maratona, com 470 quilómetros, desenhados em redor de Ulan Bator, capital da Mongólia.

“Espero continuar com regularidade até ao final e conseguir um bom resultado”, concluiu Paulo Gonçalves.




Notícias relacionadas


Scroll Up