Fotografia: Rui de Lemos
Famalicão investe 3,9 milhões para dar mercado de futuro à cidade

O atual edifício vai manter a traça original.

Rui de Lemos
10 Jul 2019

A Câmara de Famalicão vai manter o seu mercado municipal, projetado por Júlio de Brito e inaugurado em setembro de 1952, no mesmo local e preservando a traça original, constituída por três corpos retangulares adossados entre si e um torreão que possui o brasão da cidade. O edifício caraterístico do estilo português suave vai continuar a manter lojas a dialogar com a rua, voltadas para a Praça D. Maria II, e uma espécie de praça de encontros voltada à Praça Mouzinho de Albuquerque.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up