Fotografia: Ana Marques Pinheiro
Título de Património Mundial resultou num desígnio nacional

Bom Jesus é “ex-libris” de Braga, de Portugal e do Mundo.

Joaquim Martins Fernandes
9 Jul 2019

A Arquidiocese de Braga, a Confraria do Bom Jesus e a Câmara Municipal coincidiram ontem na ideia de que a elevação do Bom Jesus do Monte a Património Mundial foi fruto de uma vasta conjugação de esforços que também mobilizou o Governo, dirigentes políticos e o Presidente da República.
O resultado do esforço conjunto vai ser celebrado nos dias 6 e 13 de setembro deste ano, com duas grandes festas que pretendem celebrar «a gratidão» do Arcebispo Primaz, D. Jorge Ortiga, que destacou o trabalho realizado pelas Mesas Administrativas da Confraria, que assumiram a «missão hérculea» de concretizar a requalificação de todo o complexo monumental e natural.
[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up