Fotografia: Avelino Lima
Marcelo vai promulgar «rapidamente» o Decreto de Execução Orçamental

Marcelo Rebelo de Sousa em Braga na manhã de hoje.

Rita Cunha
24 Jun 2019

Promulgar «rapidamente» o Decreto-lei de Execução Orçamental, que entrou ontem em Belém e que é uma «peça fundamental» para gerir o Orçamento do Estado foi a promessa deixada ontem em Braga por Marcelo Rebelo de Sousa.

«Irei promulgá-lo rapidamente para ainda entrar em vigor na primeira metade do ano», garantiu, vincando o facto de o decreto ter dado entrada em Belém no dia em que foram conhecidos os números do Instituto Nacional de Estatística (INE), que apontam para que Portugal registou um excedente orçamental de 0,4% do PIB até março, face ao défice de 1% no período homólogo, e melhor que a meta do Governo para o conjunto do ano, de um défice de 0,2%.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]




Notícias relacionadas


Scroll Up