Fotografia: Nuno Cerqueira
Até uma banheira estava no adro da Senhora da Sáude

Tradição.

Nuno Cerqueira
24 Jun 2019

Tradição da “roubalheira” em noite de São João exposta nos adros de capelas e igrejas de Esposende. Se por Braga, Porto e Vila do Conde a noite foi de folia e romaria, em Esposende o São João é de “roubalheira”.

Cedo muitos fecharam os portões, os mais distraídos tiveram que se deslocar hoje de manhã às Capelas e Igrejas dos lugares.

Em Outeiro, lugar da freguesia de Marinhas, era um dos adros mais repletos de objetos depositados pelos “sanjoaninos” foliões.

Desde uma banheira, passando por fardos de adubar os campos, espreguiçaderias, mangeiras, grades de sinalização de obras, escorregas, de tudo um pouco estava exposto no adro da Capela da Senhora da Saúde.

A “roubalheira” ainda é o que era em alguns locais de Esposende.

 

 

 




Notícias relacionadas


Scroll Up