Fotografia: Avelino Lima

Encerramento da escola básica de Pedralva leva a onda de protestos na reunião de Câmara

Ricardo Rio recorda que a decisão é do Ministério e não da autarquia

Carla Esteves
17 Jun 2019

A reunião do executivo municipal de Braga ficou, hoje, marcada pelos protestos dos habitantes de Pedralva contra o encerramento da escola básica do primeiro ciclo da freguesia.

À “onda de protesto” dos encarregados de educação, que querem manter a escola aberta, apesar de serem apenas 14 as crianças inscritas para o próximo ano letivo, juntaram-se as reações de vários outros residentes que se dizem «abandonados no deserto» e argumentam que a freguesia sofre diariamente as consequências da ausência de investimento que ali se revela há vários anos.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]





Notícias relacionadas


Scroll Up