Fotografia: DR

Agrupamento 323 de Prazins Santa Eufémia inaugurou “Campo Escutista Chefe Guimarães”

Construído em terreno junto à Igreja de Prazins Santa Eufémia.

Redação / NC
17 Jun 2019

O presidente da Câmara de Guimarães, Domingos Bragança, esteve presente na cerimónia de inauguração do novo espaço de acampamento do Agrupamento 323, do CNE, de Prazins Santa Eufémia, batizado “Campo Escutista Chefe Guimarães”.

O momento especial fez parte do programa de comemorações do 50ª aniversário do Agrupamento 323, inaugurado em 1969, que constou de uma celebração eucarística e de uma romagem ao cemitério.

Na intervenção que dirigiu a todos os presentes, Domingos Bragança endereçou os parabéns ao agrupamento, dizendo que o campo escutista representa «a expansão da centralidade de Santa Eufémia», contribuindo para reforçar a identidade e o sentido de pertença da comunidade.

«Guimarães é a soma de todas as suas comunidades. É preciso que cada freguesia tenha um forte orgulho na sua terra e na sua comunidade, e hoje vemos isso mesmo aqui, através do entusiasmo e da ação dos escuteiros», disse, exaltando «os méritos do movimento escutista, o maior movimento de jovens do mundo», destacando os ensinamentos de Francisco de Assis e de Baden Powell.

O campo escutista do Agrupamento 323 de Prazins Santa Eufémia foi abençoado pelo padre Manuel Faria, ao que se seguiram as intervenções de Miguel Cardoso, Chefe de Agrupamento, Ernesto Machado, Chefe de Núcleo, Natália Fernandes, Presidente de Junta de Freguesia, e Domingos Bragança, Presidente da Câmara.





Notícias relacionadas


Scroll Up