Fotografia: Avelino Lima
Projeto de combate ao insucesso escolar é contributo da UMinho para o mundo

O projeto já foi implementado em diversos países e cidades portuguesas.

Rita Cunha
12 Jun 2019

A Universidade do Minho foi hoje visitada por cerca de 700 crianças que transformaram a academia num autêntico “bosque de aventuras”. Um “peddy-paper” e atividades relacionadas com a reciclagem e corridas em sacos de serapilheira foram algumas das iniciativas lúdico-científicas desenvolvidas pelos mais novos, organizados em “pelotões de formigas”, cada um com a sua bandeira e grito próprios.

A “Aventura no Bosque-sem-fim”, que envolveu alunos e professores do do 4.º ano de escolaridade de 28 escolas de Valongo, Ermesinde e Maia, decorreu no âmbito do projeto “Aprender a aprender”, coordenado pelo município de Valongo em parceria com a UMinho.

Esta atividade foi o culminar do trabalho desenvolvido ao longo do ano letivo no qual os alunos se envolveram no imaginário do livro “Sarilhos do Amarelo”, da autoria de Pedro Rosário, presidente da Escola de Psicologia da UMinho e coordenador do projeto.





Notícias relacionadas


Scroll Up