Vídeo: Nuno Cerqueira

Na freguesia de Valdreu.

Nuno Cerqueira
9 Junho 2019

 

Só faltou mesmo o partido Pessoas Animais e Natureza naquela que é uma das incríveis tradições minhotas, que ganhou raízes em Vila Verde, em Mixões da Serra, freguesia de Valdreu, através do rito religioso que atrai milhares de pessoas – muitos estrangeiros – aquele santuário.

A bênção dos animais, faz parte do cartaz turístico religioso e ocorreu hoje, naquele que é conhecido como o Santo António de Mixões da Serra (ver fotogaleria).

Tudo começou há mais de trezentos anos, com uma peste a matar o sustento das famílias: o gado.

A proteção divina não se fez tarde, assim como o santuário em demonstração de eterno obrigado ao divino, pois o gado “curou-se” e trouxe prosperidade e vida às gentes da serra.

Daí para cá o gado já não é tanto, mas lá vão aparecendo os bois e vacas para serem benzidos. Estão em clara minoria em relação ao mundo equestre.

«Hoje é só quase cavalos. A gente nova não quer nada com as vacas, pois isto é vida dura», justifica ao Diário do Minho José Teixeira, que subiu à serra para dar cumprimento ao desejo da falecida cunhada. «Este gado é dela. Ela queria muito trazer cá os animais», disse, travando a voz tomada pela emoção de saudades pela falecida.

[Notícia completa na edição impressa do Diário do Minho]

 


Outros Vídeos

Scroll Up