Fotografia: Nuno Cerqueira

Apanhada quadrilha que furtava telemóveis nas lojas Worten de vários concelhos do Baixo Minho

Barcelos, Braga, Guimarães e Esposende são alguns dos locais onde há suspeita de furtos.

Nuno Cerqueira
3 Jun 2019

Quatro indivíduos, dois deles com antecedentes criminais, foram detidos pela GNR de Barcelos, através do Núcleo de Investigação Criminal de Barcelos, pelos crimes de furto em estabelecimentos comerciais e recetação de bens furtados, avançou hoje ao Diário do Minho o comando distrital de Braga da GNR.

Segundo foi possível apurar, os indivíduos, com idades entre os 23 e 24 anos, assaltaram diversas lojas da Worten no Baixo Minho, havendo confirmações dos estabelecimentos situados nos concelho de Braga, Guimarães, Barcelos e Esposende.

«No âmbito de uma investigação desenvolvida ao longo de 24 meses, foi dado cumprimento a 12 mandados de busca, dos quais seis domiciliárias e seis não domiciliárias, que culminou na apreensão de alguns dos materiais furtados», revelou a GNR.

Esta investigação veio desmantelar um grupo que se dedicava à prática deste tipo de crime em diferentes localidades e estabelecimentos, onde faziam disparar, propositadamente, alarmes conectados a telemóveis de alta gama, para, de seguida, aproveitar o momento e efetuar o furto de outros telemóveis, computadores portáteis e diverso material informático.

«Os prejuízos ascendem aos dez mil euros», disse a GNR, confirmando que dois dos suspeitos têm antecedentes criminais pela prática do crime de furto.

«Foram constituídos arguidos e sujeitos à medida de coação de termo de identidade e residência, tendo os factos sido remetidos ao Tribunal Judicial de Barcelos», confirmou a GNR.





Notícias relacionadas


Scroll Up